Francisco às crianças: 'O Espírito Santo nos acompanha na vida'

Cinquenta mil fiéis participaram, na Praça São Pedro, da missa da I Jornada Mundial das Crianças. No dia em que a Igreja recordou a Santíssima Trindade, Francisco conversou com as crianças, recordando o amor do Pai e 'Jesus que perdoa tudo e sempre'. Junto com elas, rezou a Ave-Maria, e pediu para que rezem pela paz. Anunciou que a próxima Jornada Mundial das Crianças será em setembro de 2026.

27 • MAI • 2024
 

O Papa Francisco presidiu a missa na Solenidade da Santíssima Trindade, ontem domingo (26/05), na Praça São Pedro, I Jornada Mundial das Crianças.

 

A sua homilia, feita espontaneamente, foi centrada na Santíssima Trindade. "O Pai nos criou, Jesus nos salvou, o Espírito Santo nos acompanha." Assim, o Pontífice explicou às milhares de crianças presentes na Praça São Pedro, para a I Jornada Mundial dedicada a elas, o mistério de Deus, Uno e Trino.

 

"Estamos aqui para rezar juntos, para rezar a Deus. Vocês concordam?", perguntou o Papa, reiterando que o Pai Criador "nos ama muito" e nos faz crescer.

 

A humildade de pedir perdão a Jesus

"Jesus!", gritam as crianças quando o Papa lhes pergunta o nome do filho de Deus. "Peçamos a Jesus para que nos ajude e esteja perto de nós", disse Francisco, porque "quando comungamos, recebemos Jesus e Jesus perdoa os nossos pecados". Isso acontece "sempre, sempre, sempre", lembrou o Papa, "para um homem ou uma mulher com muitos pecados" e "até mesmo para o mais feio dos pecadores".

 

Não se esqueçam disso: Jesus perdoa tudo e perdoa sempre, e nós devemos ter a humildade de pedir perdão. "Perdoa-me, Senhor, eu errei. Sou fraco. A vida me colocou em dificuldades, mas você perdoa tudo. Eu gostaria de mudar minha vida e você me ajuda".

 

A felicidade da fé

Não é fácil, continuou o Papa, explicar o que é o Espírito Santo, que "está dentro de nós" porque o recebemos no Batismo e nos Sacramentos. Ele "nos dá força, nos consola nas dificuldades". O Espírito Santo é aquele "que nos acompanha ao longo da vida". "É ele que diz no coração as coisas boas que devemos fazer. É ele que quando fazemos algo ruim nos repreende dentro". Cinco vezes o Papa pediu para as crianças repetirem isso, antes de explicar a elas a felicidade da fé:

 

Queridos irmãos e irmãs, meninos e meninas, todos nós somos felizes porque acreditamos. A fé nos torna felizes. Acreditamos em Deus que é, todos juntos: "Pai, Filho e Espírito Santo".

 

Oração a Maria e pela paz

Os cristãos também têm uma mãe, "Maria", respondem as crianças, a quem Francisco pediu para invocarem, rezando uma Ave-Maria com todos os fiéis. "Rezem pelos pais, pelos avós, pelas crianças doentes", exortou o Papa, e "rezem sempre e sobretudo pela paz, para que não haja guerras". "O que o Espírito Santo faz?", perguntou novamente antes de prosseguir com a celebração da missa. "Ele nos acompanha", responderam as crianças em coro.

 

Após a oração do Angelus e um monólogo do diretor de cinema e ator vencedor do Oscar Roberto Benigni, Francisco anunciou a data da II Jornada Mundial das Crianças, que será em setembro de 2026.

 

 

 

Fonte: Vatican News.

Fotógrafo: Reprodução Vatican News.