Aberto concurso para composição do Hino do Jubileu de 2025

Os músicos dos cinco continentes são convidados, a partir deste sábado, 17 de setembro, a compor a música do hino oficial do Ano Santo de 2025, que tem como lema "Peregrinos da Esperança", escrito por Pierangelo Sequeri. As partituras podem ser apresentadas até dia 25 de março de 2023. Solicita-se que sejam executadas por uma schola cantorum, bem como por uma assembleia litúrgica

19 • SET • 2022
 

O Concurso internacional, lançado pelo Dicastério para a Evangelização para a composição do hino oficial do Jubileu de 2025, está aberto aos compositores do mundo inteiro. O texto, em italiano, foi escrito por Pierangelo Sequeri.

O Setor do Dicastério para as questões fundamentais da evangelização no mundo, ao qual o Papa confiou a organização do próximo Jubileu, pede que a composição musical saiba expressar a identidade do evento. Em um comunicado, o Dicastério explica que o lema do Jubileu escolhido por Francisco, "Peregrinos da esperança", poderá orientar os músicos dos vários continentes a compor uma música que sintetize este tema específico.

Segundo o Regulamento, deve-se levar em conta o objetivo litúrgico e a possibilidade de que a partitura possa ser executada por uma schola cantonmum, bem como por uma assembleia litúrgica. O texto musical deve ser inédito.

Como participar do Concurso

A participação no Concurso, que tem início a partir deste sábado, 17 de setembro, é gratuita. Maiores informações podem ser obtidas no site www.iubilaeum2025.va/it/inno.html e na página do Dicastério www.pcpne.va. A partir de 16 de janeiro de 2023, será possível baixar a proposta na referida página. O prazo para as candidaturas é até 25 de março de 2023, até às 20h (CET). Um júri especial, que será nomeado a seguir, passará à avaliação das propostas e decidirá qual será a música do hino oficial do Jubileu de 2025.

O canto na vida dos fiéis

Segundo o comunicado do Dicastério, o canto caracteriza a vida de fé, que é uma "peregrinação à luz do Senhor Ressuscitado". Mostram isso também as Sagradas Escrituras repletas de "cânticos e cujos Salmos são um exemplo luminoso disso. Por exemplo, as orações do povo de Israel eram escritas para serem cantadas e apresentadas diante do Senhor as vicissitudes mais humanas. A tradição da Igreja nada mais faz que prolongar esta união, fazendo do canto e da música um dos pulmões da própria liturgia".

Conteúdo do Hino do Jubileu: "Peregrinos da Esperança"

O Jubileu, um evento que leva as pessoas em peregrinação rumo à Porta Santa, encontra no canto um meio para dar voz ao seu lema: “Peregrinos da esperança”. O texto, composto por Pierangelo Sequeri, engloba os numerosos temas do Ano Santo. O próprio lema do Jubileu encontra, em primeiro lugar, sua melhor ressonância bíblica em algumas páginas do profeta Isaías (Isaías 9 e 60), como temas da criação, fraternidade, ternura de Deus e esperança. Suas palavras são um cântico dirigido a Deus, que surge, espontaneamente, durante o caminho do povo: "um cântico - explica o Dicastério vaticano – repleto de esperança em vista da sua libertação e proteção", acompanhado do "desejo de que possa chegar aos ouvidos de Quem o ilumina: Deus, como uma chama sempre viva, mantém acesa a esperança e dá forças à caminhada do seu povo”. O Dicastério para a Evangelização acrescenta ainda: “O profeta Isaías refere-se, diversas vezes, à família dos homens e mulheres, filhos e filhas, que voltam da dispersão, reunidos pela luz da Palavra de Deus, que é a de seu Filho feito Homem, Jesus. Com a sua Palavra, Ele reúne todos os povos e nações, cujos passos são fruto da chama viva de Jesus. Assim sendo, emerge o tema da esperança cristã, que é "dinâmica” e ilumina a peregrinação da vida, mostrando os rostos dos irmãos e irmãs, companheiros de caminhada". O comunicado do Dicastério para a Evangelização conclui, dizendo: “Não se trata de um perambular de lobos solitários, mas da marcha de um povo, confiante e feliz, que se dirige rumo a um Novo destino”.

O texto do Hino proposto aos músicos

 

Pellegrini di speranza (Peregrinos da esperança)

Fiamma viva della mia speranza

questo canto giunga fino a Te!
Grembo eterno d’infinita vita
nel cammino io confido in Te.

Ogni lingua, popolo e nazione
trova luce nella tua Parola.
Figli e figlie fragili e dispersi
sono accolti nel tuo Figlio amato.

Fiamma viva della mia speranza
questo canto giunga fino a Te!
Grembo eterno d’infinita vita
nel cammino io confido in Te.

Dio ci guarda, tenero e paziente:
nasce l’alba di un futuro nuovo.
Nuovi Cieli Terra fatta nuova:
passa i muri Spirito di vita.

Fiamma viva della mia speranza
questo canto giunga fino a Te!
Grembo eterno d’infinita vita
nel cammino io confido in Te.

Alza gli occhi, muoviti col vento,
serra il passo: viene Dio, nel tempo.
Guarda il Figlio che s’è fatto Uomo:
mille e mille trovano la via.

Fiamma viva della mia speranza
questo canto giunga fino a Te!
Grembo eterno d’infinita vita
nel cammino io confido in Te.