FECHAR
 

JMJ 2022: entrega dos símbolos adiada para 22 de novembro

O anúncio foi feito pelo coordenador-geral do evento para o setor logístico, D. Américo Aguiar, num encontro com jornalistas na abertura em Fátima de Workshops Internacionais de Turismo Religioso.

06 • MAR • 2020
 

A entrega dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) de 2022 foi adiada para o dia 22 de novembro de 2020. Foi o bispo auxiliar de Lisboa, D. Américo Aguiar, quem informou os jornalistas, em Fátima, na abertura de Workshops Internacionais de Turismo Religioso nesta quinta-feira dia 5 de março.


D. Américo Aguiar que tem responsabilidades executivas no grande evento de juventude de 2022, disse que será na Solenidade de Cristo-Rei, em Roma, que terá lugar a passagem da JMJ do Panamá para Portugal.

 

Segundo informa a Agência Ecclesia, D. Américo Aguiar, referindo-se ao cenário atual de epidemia do novo coronavírus, declarou que este adiamento permitirá que “a situação internacional de saúde pública possa estar estabilizada” no mês de novembro.

 

Recordemos que a cerimónia de passagem dos símbolos da JMJ do Panamá, que acolheu a edição de 2019, para Portugal estava prevista para o próximo dia 5 de abril, Domingo de Ramos, no Vaticano.

 

A Cruz e o Ícone de Nossa Senhora, símbolos da JMJ, foram entregues pelo Papa João Paulo II aos jovens em abril de 1984 e marcaram o início de uma peregrinação da juventude de todo o mundo; antes da edição internacional de 2022, irão passar por todas as dioceses portuguesas e vários países lusófonos.

 

A JMJ 2022 decorrerá em Portugal com o lema “Maria levantou-se e partiu apressadamente”.

 

Fonte: Vatican News