FECHAR
 
Moçambique

Moçambique

MISSÃO SALVATORIANA EM MOÇAMBIQUE

Desde muito tempo, a Província Brasileira, depois de firmar suas raízes em nível nacional, manifestou o desejo de realizar a missão ‘ad gentes’. Fora das Américas, o continente africano foi o lugar preferível para a realização dessa missão.  Em 2004, o Superior Geral Pe. Andrew Urbanski fez o envio de três missionários salvatorianos brasileiros que iniciaram o trabalho pastoral na Diocese de Chimoio, aproveitando da experiência das irmãs salvatorianas para poderem conhecer melhor o país e o lugar adequado para atuar. Os desafios eram grandes no início, mas com a graça divina foram superados.  

Logo depois decidimos por assumir a Região Missionária de Chókwé, na diocese de Xai-Xai, localizada ao Sul do 
país e que tinha sido assumida por muito tempo pelos Padres Vicentinos.

Com o tempo, os desafios iniciais da missão foram sendo superados pelo esforço de adaptação e o desejo de que as coisas realmente dessem certo. As diferenças culturais e as características da Igreja local não impediram os Salvatorianos de viverem a essência e os elementos fundamentais do “ser salvatoriano”, que aos poucos foram fazendo a diferença, especialmente com o envolvimento de leigos na ação pastoral e na sua formação para um apostolado vivo e eficaz. 

Atualmente estamos em 4 frentes de Missão: 

Missões de Chókwé e Chilembene: no atendimento pastoral paroquial com suas 36 comunidades e mais de 90 Núcleos de oração;
Centro de Formação em Machel: onde se realizam Encontros de Formação de Lideranças e também funciona o Instituto Padre Pancrácio com a etapa do Propedêutico e experiência vocacional;
Instituto São Paulo Apóstolo: localizado em Boane (Maputo), que é o Seminário da Etapa do Postulantado com estudantes de Filosofia;
Missão do Divino Salvador: novo campo pastoral localizado em Vanduzi, na Diocese de Chimoio, com suas respectivas comunidades.

A nossa missão em Moçambique já mostra sinais de bons frutos com um bom número de formandos, além de alguns Salvatorianos moçambicanos já ordenados e assumindo o apostolado com vigor.
Ainda temos muitos sonhos de crescimento em terras moçambicanas, para vivenciar o carisma salvatoriano e tornar Jesus Cristo conhecido e amado. Um dos sonhos é a implementação de um Colégio Salvatoriano na cidade de Chimoio, atendendo a dimensão da educação e formação da juventude.

Apesar de que a presença salvatoriana em Moçambique iniciou com os Missionários brasileiros, os Salvatorianos da República Democrática do Congo colaboram e dão suporte e continuidade à missão.

Muitos Salvatorianos já passaram e deram sua contribuição à missão, porém atualmente estão a trabalhar:

Pe. Cesar Barros (brasileiro) nas Missões de Chókwè e Chilembene;
Pe. Eric Ngoy Mwamba (congolês) na Formação do Propedêutico em Machel;
Ir. Claudinei Soares (brasileiro) no Centro de Formação de Machel;
Pe. Davide Caisse (moçambicano) na Formação da Etapa da Filosofia;
Pe. Michel Musenge Simbi (congolês) como auxiliar na formação da Filosofia;
Pe. Justin Ngoy Mikombe (congolês) na Missão do Divino Salvador em Vanduzi;
Pe. Celestino Madaba (moçambicano) na educação com as Irmãs Salvatorianas em Chimoio.

Contamos ainda com a breve chegada de mais dois salvatorianos: Pe. Felicien Feruzi (congolês) e Diácono Alfredo Cumbi (moçambicano).

Enfim, agradecemos ao bom Deus que nos sustenta com amor e carinho e rogamos a Maria Santíssima que continue a nos guiar como missionários do Divino Salvador.